Março 05, 2024
> Ouça a Rádio Arca aqui!

Pastor batista é preso pela ditadura em Mianmar sem acusação de crime Featured

Pastor batista é preso pela ditadura em Mianmar sem acusação de crime Cegonha (Foto: Reprodução/Canva)

 

As forças policiais da ditadura em Mianmar prenderam um pastor batista muito conhecido no país, Hkalam Samson, enquanto ele se preparava para embarcar num voo para o exterior para tratamento médico.

Enquanto é mantido preso, o pastor – conselheiro da Convenção Batista de Kachin (KBC) – vê as autoridades orquestrarem um processo contra ele ainda sem acusação formal, mas intentam usar seus discursos e aulas bíblicas como prova.

O pastor batista foi preso no Aeroporto Internacional de Mandalay no último domingo, 04 de dezembro, enquanto partia para a Tailândia para tratamento médico. No dia seguinte, ele foi levado em um avião para o estado de Kachin para ser processado.

“Nos mostraram arquivos de vídeo dos discursos do bispo e disseram que ele havia cometido ofensas”, disse o reverendo Lahpai Zau Ra, vice-secretário do KBC. “Fomos apresentados a pontos que ele pregou nas aulas bíblicas. Disseram-nos que eles estavam se preparando para agir porque ele é culpado”, acrescentou Lahpai, na última quarta, que reiterou não saber qual seria o crime do qual o pastor está sendo acusado.

Samson, que já foi presidente e secretário do KBC, é presidente de uma entidade separatista, a Assembleia Consultiva Nacional de Kachin, que reúne líderes religiosos e políticos locais que ajudam a promover o diálogo entre a Organização de Independência de Kachin, que é a ala política do Exército de Independência de Kachin, e a população.

Anteriormente conhecido como Birmânia, o país do Sudeste Asiático é o lar da mais longa Guerra Civil do mundo, que começou em 1948. O conflito entre os militares, localmente conhecidos como Tatmadaw, e as milícias de minorias étnicas aumentou após o golpe militar de fevereiro de 2021, já que as milícias étnicas têm apoiado manifestantes pró-democracia.

As zonas de conflito estão ao longo das fronteiras de Mianmar com a Índia, Tailândia e China. De acordo com informações do portal The Christian Post, os cristãos representam pouco mais de 7% da nação de maioria budista, mas são maioria no estado de Chin, que faz fronteira com a Índia, e no estado de Kachin, que faz fronteira com a China.

Os cristãos também constituem uma parte substancial da população do estado de Kayah, que faz fronteira com a Tailândia.

Hkalam Samson organizou os funerais de mais de 60 vítimas de um ataque aéreo em outubro, feito pelos militares que tomaram o poder do país, e tentou providenciar para que os feridos graves recebessem tratamento médico de emergência nos hospitais mais próximos.

Um mês depois do incidente, o pastor batista participou de um encontro de oração em Myitkyina, organizado pelo Conselho de Igrejas de Mianmar, que representa os grupos cristãos do país, para homenagear as vítimas.

“Numa época em que os líderes religiosos podem desempenhar um papel indispensável na construção de uma paz duradoura e justa, muitos continuam sendo perseguidos e presos. Eu defendo fortemente a libertação imediata do Dr. Samson e por sua livre e total movimentação”, disse Elijah Brown, secretário-geral da Aliança Batista Mundial.

 

Creditos: Gospel+ 

 

 

Gospel +

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Segunda, 12 Dezembro 2022 11:31